Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017 - 02:04:33

O que você achou deste site?

Bom
Ruim
Ótimo

585459

25/09/2012 - 08:13:00

OLHAR ALÉM DA APARÊNCIA

 

Jesus Cristo nos advertiu: " Quem tem olhos para ver veja!" (Mateus 13, 16-17). Mas que olhos são estes, os olhos do corpo ou olhos do espírito?

Muitos de nós condicionamos a vida à mara apreciação das aparências. Especialmente, na sociedade hedonista em que vivemos, onde o ideal da beleza física é taõ sonhado e perseguido, sendo grande motivo de frustração de muitos jovens que não foram compensados com este "dom" da natureza, precisamos aprender a olhar para além do horizonte, ou seja, a olhar com os olhos da alma, da sensibilidade e do amor.

Cristo Jesus foi um mestre na arte de ajudar as pessoas a revelar o que de melhor elas possuiam dentro de si. Na afirmação que concluía suas curas "Vai a Tua Fé te salvou!", Ele sempre quis demonstrar que a possibilidade de engajamento ao projeto de Salvação do Pai está dentro de cada ser humano que aceita viver uma vida baseada na fé.

Então, se você está passando por uma situação difícil em sua vida, olhe para além da aparência e ressignifique tudo isso com aquele olhar que Jesus tem. Para ilustrar esse pensamento, segue esta história muito bonita, de Marjorie Wally, intitulada "O Pirata", leia com carinho e tenha uma excelente semana!

______________________________________________________________________________________

“Nós não vemos as coisas como elas são, nós as vemos como nós somos.” (Anaïs Nin)

Um dia a Sra. Smith estava sentada na ante-sala do consultório médico quando um garotinho e sua mãe entraram. O menino chamou a atenção da Sra. Smith porque usava um tapa-olho. Ela ficou maravilhada pelo fato de ele não parecer ter sido afetado pela perda de um olho e o observou enquanto acompanhava a mãe até uma cadeira próxima.

O consultório estava muito cheio naquele dia, de modo que a Sra. Smith pôde conversar com a mãe do menino enquanto ele brincava com seus soldadinhos. No começo, ficou sentado calmamente, brincando com os soldadinhos no braço da cadeira. Depois, sentou-se tranqüilamente no chão, olhando para cima, para sua mãe.

Finalmente, a Sra. Smith teve a oportunidade de perguntar ao menino o que havia acontecido com seu olho. Ele analisou a pergunta durante um longo instante e, em seguida, respondeu, levantando o tapa-olho:

- Não há nada errado com meu olho. Sou um pirata! E voltou para sua brincadeira.

A Sra. Smith estava ali porque havia perdido a perna, do joelho para baixo, em um acidente de carro. Sua consulta naquele dia era para determinar se o joelho já cicatrizara o suficiente para ser encaixado numa prótese. A perda fora devastadora para ela. Mesmo tentando ao máximo ser corajosa, sentia-se uma inválida.

Intelectualmente sabia que a perda não deveria interferir com sua vida, mas, emocionalmente, não conseguia superar esse obstáculo. O médico sugerira visualização e ela experimentara, mas não fora capaz de visualizar uma imagem emocionalmente aceitável e duradoura. Em sua cabeça via-se como uma inválida.

A palavra "pirata" mudou sua vida. Foi instantaneamente transportada. Viu-se vestida como Long John Silver, de pé no convés de um navio pirata. Estava parada, com as pernas abertas, sendo que uma perna era de pau. As mãos seguravam os quadris, a cabeça estava levantada, os ombros para trás e ela sorria no meio da tempestade.

Ventos com a força de um furacão chicoteavam o casaco e o cabelo. A espuma gelada era soprada por cima da balaustrada do convés e grandes ondas se quebravam contra o navio. O barco balançava e gemia sob a força da tempestade. Ainda assim ela se mantinha firme, orgulhosa, impávida.

Naquele momento, a imagem de inválida foi substituída e sua coragem voltou.

Olhou para o garotinho, ocupado com seus soldados.

Alguns minutos depois, a enfermeira a chamou. E, quando se balançou nas muletas, o garotinho percebeu sua amputação.

- Ei, moça - chamou-a. - O que há de errado com a sua perna?

A mãe do menino ficou petrificada.

A Sra. Smith olhou durante um instante para a perna diminuída. E respondeu com um sorriso:

- Nada. Também sou pirata.



Fonte: Livro: 50 Histórias para aquecer o coração




CLIQUE AQUI

VELAS JÁ ACENDIDAS: 1895
Quaresma 2017
Casamento Felipe e Danielle
JUBILEU DOS 70 ANOS DA ICAB
Missa no Monte das Bem aventuranças na Galiléia
Hino da Vitória
3º domingo da Quaresma
2º Domingo da Quaresma
Resumo da Tipificação de Jesus na Bíblia de Gênesis a Apocal...
Exorcismo de São Miguel Arcanjo 2016. (9 fotos)
CASAMENTOS NA PARÓQUIA E EM CLUBES (57 fotos)
Missas das Crianças (4 fotos)
Festa de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa (36 fotos)
PEREGRINAÇÃO TERRA SANTA (22 fotos)
MISSA DE NOSSA SENHORA DA MEDALHA MILAGROSA (4 fotos)
Homenagens da Paróquia (1 fotos)
CELEBRAÇÕES NATALINAS EM COMUNIDADES MISSIONÁRIAS - DISTRIBU... (12 fotos)
ESPAÇO MUSICAL
Página Inicial | Testemunhos | Quem Somos | Nossa Sede | Nossa História | Padroeira | Localização
Missas | Novena | Batismo | Crisma | Eucaristia | Casamento | Mensagem da Semana | Santo do Dia
Agenda | Informativos | Galeria de Fotos | Vídeos | Notícias | Fale Conosco | E-mail

PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA MEDALHA MILAGROSA
Endereço: Sgas 910 Conjunto B Bloco C, 30 - Asa Sul - Brasília /DF - (61)3443-8992-9692-3524

© Web Conexão Informática Ltda - Todos os direitos reservados